Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Abastecimento de água e segurança abrem debate do Legislativo

Abastecimento de água e segurança abrem debate do Legislativo

por Gaby Lapenda última modificação 04/04/2017 00h16

A 1ª sessão ordinária do mês de abril, da Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, foi marcada pelas discussões acerca do abastecimento de água fornecido pela Compesa, e pela falta de segurança que assola o município. O debate iniciou, na manhã desta segunda-feira (3), com a cobrança do vereador Irmão Manoel (PR), que reclamou da falta de água no bairro do Parque Capibaribe, que já chega a 12 dias.

“Os são-lourencenses não aguentam mais o desrespeito da Compesa. Pagamos caro por um serviço de péssima qualidade. Além da taxa de esgoto, que chega a 80% do valor da água. Mas para quem não lembra, o sistema de tratamento de esgoto, que fica no bairro da Muribara, não funciona. A água que era para ser tratada, é despejada do jeito que chega no Rio Capibaribe”, reclamou Irmão Manoel.

O parlamentar Antônio Manga (PSB), aproveitou o momento para apresentar a cor da água que chega nas torneiras dos moradores da cidade. “Trouxe essa garrafa aqui, e vocês não achem que é coca-cola, devido a cor, que essa é a qualidade da água que chega da Compensa em nossas residências. Por isso, para cobrarmos uma melhor prestação de serviços a Companhia, esta Casa estará realizando no próximo dia 19, a partir das 9h, uma audiência pública. E espero contar com a participação de toda a sociedade”, disse.

Os vereadores Deto de Lages (PP) e Maestro Carlos (PP) também se pronunciaram a respeito. “Em Lages, o sistema que é abastecido por um açude, está com um problema na bomba d’água, e os moradores estão há 15 dias sem água potável. Se a prefeitura me permitir, eu mesmo pago do meu bolso o conserto”, enfatizou Deto. “Os moradores de Penedo de Cima também sofrem com a falta de abastecimento de água. A prefeitura e a Compesa prometeram e até agora não cumpriram o fornecimento para aquela área, e é meu dever, como representante dessa comunidade, exigir o abastecimento de água encanada”, declarou o Maestro.

Ainda na sessão, o vice-presidente da Casa, vereador Rico Gás (PP), anunciou a troca do comando operacional do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de São Lourenço da Mata. O Ten. Cel. Eduardo Amorim que ficou à frente do 20º BPM/PE, por dez meses, será substituído pelo também Ten. Cel. De Lima. Segurança também foi o tema abordado pelo vereador Cícero Pinheiro (PTB), que criticou o governador Paulo Câmara (PSB), pelo seu comentário feito em relação à segurança.

“Precisamos lutar pela vida do cidadão. Melhorar às políticas públicas que possam resgatar e valorizar a vida. Com mais estudos, mais empregos e cidadania. O governador em entrevista afirmou que o número de violência em nosso Estado é boataria. Eu não compactuo com o que ele disse, e afirmo que enquanto estiver apenas acontecendo com as famílias dos outros, ninguém estará preocupado com a questão da violência. Temos um fórum de segurança em nosso município, mas para que discutir a questão, se não temos viaturas, nem efetivo policial, e até o próprio governador diz que é boataria o índice de violência em nosso Estado”, questionou o vereador Cícero. 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Mídias Sociais

 

  Youtube 

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo
Transparência

Portal Transparencia

 Acesso à Informação

Ouvidoria